Há pessoas que vivem apenas das ideias das suas cabeças. Atravessam o mundo por elas. Resistem a todos os nãos. Mais cedo ou mais tarde brilham. Saber sofrer é saber vencer.

OBRIGADO PELA SUA VISITA - DEIXE O SEU COMENTÁRIO
14
Jun 10

 -

 

Amigos cento e dez e talvez mais,

Eu já contei. Vaidades que eu sentia!

Pensei que sobre a terra não havia

Mais ditoso mortal entre os mortais

  

Amigos cento e dez tão serviçais,

Tão zelosos das leis da cortesia,

Que eu já farto de os ver me escapulia

às suas curvaturas vertebrais.

  

Um dia adoeci profundamente.

Ceguei. Dos cento e dez houve um somente

Que não desfez os laços quase rotos.

 

 

Que vamos nós (diziam) lá fazer?

Se ele está cego, não nos pode ver…

Que cento e nove impávidos marotos!

 

Camillo Castello Branco

Escritor Português 1825-1890

http://en.wikipedia.org/wiki/Camilo_Castelo_Branco

publicado por Paulo da Silva às 12:45
tags:

Todos os direitos Reservados. A cópia e reprodução não autorizada dos textos e fotos deste blog é expressamente proibida. Plágio é CRIME!

Protected by Copyscape Plagiarism Checker
Posts mais comentados
4 comentários
2 comentários
1 comentário
1 comentário
Junho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
15
16
17
18
19

20
22
23
24
25
26

27
28
29
30


Contador de Visitas
Contador de visitas
Visitantes online
pesquisar
 
links

blogs SAPO