Há pessoas que vivem apenas das ideias das suas cabeças. Atravessam o mundo por elas. Resistem a todos os nãos. Mais cedo ou mais tarde brilham. Saber sofrer é saber vencer.

OBRIGADO PELA SUA VISITA - DEIXE O SEU COMENTÁRIO
04
Jan 10

Com a chegada do final de cada ano vamos comendo passas ao som das badaladas que anunciam a chegada de um novo ano. Com estes rituais formulamos desejos como se se tivesse completado um ciclo e se iniciasse um novo. Mas no início de cada novo ano, rapidamente verificamos que a mudança é uma pura ilusão, os nossos amigos são os mesmos (e ainda bem), no trabalho, contínua tudo igual e até o dinheiro continua a escassear nas nossas carteiras. Em poucos dias voltamos á normalidade, esperando por um novo 31 de Dezembro que nos traga mais e novas esperanças. E assim vamos esperando ano após ano.

Mas afinal esperamos o quê?
A verdadeira mudança não vem de fora, mas de dentro de cada um de nós. De nada vale baixar-mos os braços, encerrarmo-nos no nosso egocentrismo. No final de contas nunca somos tão bons, nem os outros são tão obtusos como julgamos, existe sempre uma forma de sermos e fazermos melhor. Temos que ser capazes de ouvir os outros, pois por muito descabidas se sejam as frases que nos chegam, podem sempre trazer uma palavra, uma dica que nos indique o melhor caminho a seguir. Da mesma forma, também devemos ter sempre uma mão aberta àqueles que com gritos de revolta, inconscientemente nos pedem ajuda.
 
Em cada final/início de ano é tempo de reflexão, sobre o que de mal se fez no passado, e sobre o que de bem se pode fazer no futuro. É certo que muitos erros continuarão a acontecer, mas faz parte da natureza humana evoluir e evitar os erros do passado.
Os objectivos estão traçados. É certo que o caminho não é uma linha recta mas tem um ponto de chegada, que por sua vez será um novo ponto de partida no início de 2011.
 
Em 2010 não vos desejo um bom ano, mas desejo que façam de 2010 um ano bom.
publicado por Paulo da Silva às 15:04
tags:

Os anos passam lentamente, nós na ancia de conhecer-mos o foturo desejamos que chegue sempre o proximo, e este nem sempre condiz com os nossos desejos, e claro ficamos incrédolos e revoltados.
Há no entanto alguma esperança, de dias melhores, ainda que esta esteja sempre escassos metros á nossa frente, mas para nós é inalcansável,tal qual a nossa sombra quando caminhamos em direção oposta ao sól, é uma miragem bem presente no fundo de um tunel.
Nós queremos sempre mais, somos uns iternos insatisfeitos, está irrado mas é humano!
campistaselvagem a 9 de Janeiro de 2010 às 02:24

Todos os direitos Reservados. A cópia e reprodução não autorizada dos textos e fotos deste blog é expressamente proibida. Plágio é CRIME!

Protected by Copyscape Plagiarism Checker
Posts mais comentados
4 comentários
2 comentários
1 comentário
1 comentário
Janeiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


Contador de Visitas
Contador de visitas
Visitantes online
pesquisar
 
links

blogs SAPO